Vinte e quatro horas é muito pouco

Imagem de flor, relogio, and cute


16/09/15

Vinte e quatro horas é muito pouco

Nos dias atuais, vinte e quatro horas é pouco para oito horas de sono.

Vinte e quatro horas é muito pouco para oito horas de trabalho; e muito menos para as atividades extras, essas que são levadas para casa em pastas coloridas, ou ainda, em seus mini-computadores de bolso.

Vinte e quatro horas é muito pouco, para ter tempo para a família; muito menos para um jantar à mesa que raramente é usada.

Vinte e quatro horas é muito pouco, para aquele filme no cinema, ou mesmo em casa, com pipoca de microondas.

Vinte e quatro horas é muito pouco, para realizar as nossas tarefas cotidianas; muito menos para os sonhos guardados no fundo do baú velho.

Vinte e quatro horas é muito pouco para um longo e relaxante banho; ele sempre vem acompanhado de pensamentos " ainda preciso fazer isso".

Vinte e quatro horas é muito pouco para observar a lua pela janela, e reviver memórias não muito distante; do tempo em que, a virada do ano significava olhar da sacada as luzes brilhantes, que explodiam como mágica no céu negro.

Não temos tempo para nós mesmos.

Quem dirá, para observar a lua ao anoitecer e, o amanhecer.

Ah é! Os monstruosos bichos de concretos atrapalham o único vestígio de natureza que se possa ter, diante  de um velho apartamento da cidade grande.

Não há mais espaço para a lua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário