1 de abril de 2014

#

Mudanças

      



Mudanças

      A noite estava fria, flocos de neve caia a minha frente.
  - Feliz aniversario minha querida! - um rapaz a minha frente, tomou pela cintura o que parecia ser sua namorada, e a beijou.
  Foi quando me toquei.. Aonde você esta? Quem se importa. Foi apenas mais um aniversario esquecido por você. Guardei o bilhete no bolso e segui meu caminho para casa.
                     
                         5:30

  O barulho irritante do meu celular tocava. Levantei-me, em poucos minutos já estava pronta para mais um dia. Peguei o ônibus que eu sempre usava. Mesma placa em cima com um tal de " TIP", ou " TCP", ou sei la o que que eu nunca entendi. Mesmo motorista. Mesmas pessoas. Um bom dia aqui, outro la.
                   
                     6:20

  Escola vazia. Que novidade. Sera que todos moram tão perto da escola assim? Subi para minha sala e joguei a bolsa em qualquer lugar. Fui para o fundo da sala, naquelas carteiras que ninguém usa. Tirei o celular do bolso. Ah, é.. Agora seria quando eu te ligaria. Olhei pela janela, o tempo estava nublado. 
  - Será que ira chover?

                          7:30
  Ninguém chegou ainda? Ótimo, serei a unica na sala. De novo.
  O professor chegou na sala. E como sempre fui para o meu lugar. Aquele, lá na frente sabe? Colada com a mesa do professor.
- Bom dia alunos! 
- Bom dia.
- Ué, cade o pessoal?
- Professor, hoje é dia primeiro de dezembro, ninguém mas ira vir né!- o mesmo me olhou pensativo, e me adiantei para responder sua duvida- estou aqui só pela prova de física.
- Compreendo, esta preparada?
- Um pouquinho 
-  Ah! Então boa sorte Morgana- e entregou a folha para mim, com o mesmo sorriso no rosto.
- Obrigado! - peguei-a e comecei a responder.

                           9:30

Bateu o sinal para o primeiro intervalo. Entreguei a prova para o professor e desci as escadas em direção ao refeitório. Leite com bolacha? Ah, tudo bem, minha fome fala mais alto!
Sentei-me em uma das mesas ao lado da quadra que nunca usamos.
- Gabriele, não sei porque o anel esta em Júpiter, acho que ele casou não é?
Não aguentei e soltei alguns risinhos. As vezes meu professor de física, era muito regido. Ei, mas dessa nem eu mesma sabia! Jurava que Júpiter tinha se casado!
    
                  4:30

Finalmente bateu o sinal. Todos desceram as escadas correndo, parecia aqueles programas rurais quando o cara abre a porteira haha. 
    
  Assim que cheguei em casa fui direto para o banheiro. Sempre achei " clichê" aqueles filmes que, quando a mocinha é decepcionada ela para o chuveiro e deseja que toda aquela dor vá embora junto com água, mas, sabe que dessa vez eu também? Mas não as minhas " dores", mas sim você, cansei de um dia me ama, no outro me odeia.
- Morgana, vamos, está na hora!
- Estou saindo mãe!
Ah é, me esqueci que estava me mudando, para MINHA casa.
Me enrolei na toalha e, assim que sai havia um cabide pendurado na porta com o meu vestido preferido. Irei sentir muita falta disso em São Paulo.  Me vesti rapidamente, a sapatilha preta,um gloss claro e pronto! Peguei minha bolsa e sai do quarto, sem olhar para trás. Meu maior medo era que, todas as histórias que ali foram escritas me fizessem desistir.

@cristcamilla