20 de maio de 2009

Oshoogatsu ( Ano novo)



 Oshoogatsu - Ano novo 


 No dia primeiro de Janeiro é comemorado o Oshoogatsu ( ano novo), é considerado sagrado e repleta de tradições para atrair saúde e prosperidade, e é a comemoração mias importante do calendário japonês, além do tradicional ( a passagem do ano velho para o ano novo) a festa continua por três dias ou as vezes uma semana. 


 A maioria dos japoneses vão as praias mais conhecidas como a ilha de Odaiba em Tokyo para ver shows de artitas de J-pop ou danças tradicionais que geralmente termina em queima de fogos. Os japoneses acreditam que o Oshoogatsu é uma data sagrada, reservada para que as pessoas possam se purificar, fazer orações e dá as boas vindas ao ano que começa. 
 Diferente dos ocidentais que dizemos " Feliz ano novo" saudando o futuro, os japoneses, dizem " Akemashite omedetou goseimazu" agradecendo as desejos realizados no ano que passou.

Um mês antes do Oshoogatsu

Um mês antes do Oshoogatsu os japoneses, começam a preparar " a limpeza que purifica". Em novembro as japonesas fazem faxinas em suas casas da cabeça aos pés, chamada oosouji, como se fosse uma purificação, eles acreditam que  ao começar um novo ano deve inicia-lo com tudo limpo, algumas aproveitam também para colocar tatamis novos e trocar os papeis de paredes que também são usados nas divisórias ou em portas corrediças ( shouji).
 As empresas também se submete a essa limpeza purificadora, os funcionários são chamados para que em multidão irão limpar o seu ambiente de trabalho, e também eles costumam fazem essa limpeza no segundo dia do ano.

Na véspera do Oshoogatsu

Já na véspera, no dia 31 de dezembro são dadas 108 badaladas(sendo que a ultima badalada é dada exatamente a zero hora do ano que se inicia), em todo o Japão é possível ouvir os sinos tocando, a cerimônia é conhecida como Joya no kane, que relembra os japoneses dos 108 pecados que segundo o budismo serve para que os japoneses entre purificado no novo ano.





As refeições do Oshoogatsu 



Osechi-Ryouri




Arroz ou gohan, significa comida. Como no Oshoogatsu não se pode trabalha, as japonesas tem que preparar as comidas para os três dias mais cedo com alimentos que duram períodos sem que estraguem, e assim começou a tradição de comer toshikoshi-soba ( um macarrão) na ultima noite do ano, e também beber saquê doce ( otosô) que começa a ser servido pela manhã. Segundo os antigos o vinho de arroz japonês traz saúde e vida longa, assim saúde ( kampai). A refeição do Oshoogatsu é osechi-ryouri, um banquete especial com diversos pratos preparados, dispostos em uma caixa de madeira laqueada ( juubako). 

Juubako

O principal prato é o ozouni, uma sopa à base de mochi, vegetais, frutos de mar e ás vezes carne, acredita-se que quem come o ouzni no Oshoogatsu terá sorte e a graça dos deuses durante o ano todo. Há uma lenda chinesa que há mais de mil anos afirma que quem comer mochi no Oshoogatsu estará comendo o espírito do arroz enriquecido pelos deuses. O bolinho de arroz que vem com prato é oferecido aos deuses antes das comemorações do Oshoogatsu.


Agradecimento aos Deuses

 No Oshoogatsu não pode faltar o kagamimochi, feito de dois dolos de mochis um sobre o outro decorados com papel japonês, folhas de matsu ( parecida com folhas de pinheiro) e daidai ( laranja nipônica), o kagamimochi é colocado sobre um altar como forma de agradecimento aos deuses e xintoístas, especialmente Toshigami, o ques que segundo uma lenda, costuma visitar as casas no Oshoogatsu.






Boa sorte e proteção

Heisoku
 Enfeite que simboliza a boa sorte e a proteção das casas contra o mal. O heisoku é uma dobradura sem nenhum corte feita em papel japonês ( washi), deve ser feito pelo chege da casa, ou na falta dele pelo primogênito. As japonesas não podem fazê-lo, já que pode gerar ciúmes na deusa Amaterasu para quem é feito.

@cristcamilla